quarta-feira, agosto 27, 2003

Marketing
As rádios e os jornais no seu arrota posta matinal afirmam a pés juntos que hoje Marte está muito próximo da Terra, mais do que esteve há sei lá quanto tempo. A verdade é que o incauto leitor que espera olhar para o céu e ver o planeta vermelho do tamanho de um bola de futebol vai ter uma grande desilusão. É que esta coisa de Marte é no fundo como algumas mamas (tudo, mas tudo na vida pode encontrar paralelo nas mamas!), que prometem prometem e vai-se a ver e são umas coisas pingonas espremidas desde o fundo das costas por algum soutien revolucionário.

Nenhum comentário: