terça-feira, dezembro 21, 2004

íman, imã e hímen - esclarecimento ao leitor

Um leitor veio ter comigo na rua por causa do post anterior e disse-me num tom de quem não está para brincadeiras:"O pá! Olha que eu não estou para brincadeiras!" E eu, sem perder a oportunidade: "É pena, porque tens cara de palhaço" - agora um aparte: eu não tenho amigos, estou a abrir audições...
Adiante: o gajo vem para mim, com aquela pose de quem sabe ao que vai e diz-me "Tu sabes o que é um íman? Por acaso sabes?"
E eu: "Pá claro que sei! É uma coisa que tem poder de atracção/repulsão sobre outra coisa, ó energúmeno!" O gajo ficou cabisbaixo e eu, como sou gajo de aproveitar o momento para espezinhar o próximo, comecei a instruí-lo na ciência complexa da atracção/repulsão: Ora então ó boiola, até te digo mais, existe uma coisa chamada o espectro da atracção/repulsão, é o iman, o imã e o hímen! (pronto, já não havia volta a dar-lhe, tinha passado o ponto de retorno e agora, com o gajo a olhar incrédulo para mim, tinha de continuar até ao fim): ah pois é! O íman é o elemento mais fraco na cadeia de atracção porque só atrai e repele o metal e é esquisito porque não funciona com todos! Já o imã, um daqueles bons, pode atrair um puto a entrar num autocarro e a repelir no caminho, se tiver sorte e tiver seguido os conselhos do sebastião(ver post seguinte), muitos israelitas aos bocadinhos. Mas o mais forte de todos! (Olha-me esbugalhado!) ... é o hímen! Um gajo a sério não precisa de mais nada, pode viver para aquilo. E mesmo rompido não perde a capacidade de atracção! Olha por exemplo os descobrimentos: toda a gente sabe que foi à procura de hímen exótico que os nossos marinheiros se fizeram ao mar... bem, quase todos, os da nau Catrineta, caso ainda não tenhas desconfiado pelo nome abichanado da embarcação, foram a ver se encontravam no recato de uma embarcação no meio do mar mastro que lhes valesse. Mas não foi só nos descobrimentos que o hímen teve papel primordial, mesmo agora toda a economia gera em função dele: bom trabalho --> dinheiro --> hímen à fartazana."Não tinha pensado nisso" Pois não rapazola, agora beija a mão a quem sabe e vai à tua vida. E é assim que se vai educando os leitores.

Nenhum comentário: